quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Dilma é avó!



OLHA O NETINHO...
 

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O Coelho e a Cobra




Numa manhã, um coelho cego estava descendo para a sua toca quando dá um encontrão numa grande cobra que alí estava.

- Desculpe-me - disse o coelho - não tinha a intenção de trombar com você, é que sou cego!

- Não há problema - responde a cobra - mas se pensar bem a culpa foi minha, que não percebi você chegar; é que eu também sou cega! Mas, por outro lado, que tipo de animal é você?

- Bem, não sei muito bem, sou cego, nunca me vi! Talvez você me consiga examinar e descobrir que tipo de bicho sou eu...

Então a cobra apalpou o coelho e disse:

- Bem, você é macio, tem longas e sedosas orelhas, uma cauda que parece um pompom e um pequeno nariz. Você deve ser um coelho!

O coelho ficou tão contente que dançou de alegria. Então a cobra disse que também não sabia que tipo de animal ela era e o coelho concordou em tentar descobrir. Após ter examinado a cobra, o coelho responde:

- Você é dura... é fria... é viscosa e não tem saco, mas parece masculina... Você deve ser a Dilma Russef!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Piada de Senador


Um senador  está andando tranqüilamente quando é atropelado e  morre.
      A alma dele chega ao Paraíso e dá de cara com São Pedro na  entrada.
      -'Bem-vindo ao Paraíso!'; diz São Pedro

 
      -'Antes que você entre, há um probleminha.

      Raramente vemos parlamentares por aqui, sabe, então não sabemos  bem o que  fazer com você.
 
      -'Não vejo problema, é só me deixar entrar', diz o antigo   senador.
 
      -'Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores. Vamos fazer o  seguinte:
      Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Aí, pode  escolher onde quer passar a eternidade.

 

       -'Não precisa, já resolvi. Quero ficar no Paraíso diz o  senador.

 
      -'Desculpe, mas temos as nossas regras. '

      Assim, São Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce,  desce até o  Inferno.
 
      A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de  golfe.
 

      Ao fundo o clube onde estão todos os seus amigos e outros  políticos com os   quais havia trabalhado.

 

      Todos muito felizes em traje social.

 
      Ele é cumprimentado, abraçado e eles começam a falar sobre os  bons tempos em  que ficaram ricos às custas do povo.  
      Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e  caviar.

      Quem também está presente é o diabo, um cara muito amigável que  passa o tempo todo dançando e contando piadas.

      Eles se divertem tanto que, antes que ele perceba, já é hora de  ir embora.
 
      Todos se despedem dele com abraços e acenam enquanto o elevador  sobe.
 
      Ele sobe, sobe, sobe e porta se abre outra vez. São Pedro está  esperando por  ele.
 

      Agora é a vez de visitar o Paraíso.

 
      Ele passa 24 horas junto a um grupo de almas contentes que   andam de nuvem em  nuvem, tocando harpas e cantando.

      Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba e São  Pedro retorna.
 
      -' E aí ? Você passou um dia no Inferno e um dia no  Paraíso.
 

      Agora escolha a sua casa eterna.' Ele pensa um minuto e responde:  

      -'Olha, eu nunca pensei .. O Paraíso é muito bom, mas eu acho que  vou ficar  melhor no Inferno.'

      Então São Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce,  desce até o  Inferno.
      A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno baldio  cheio de lixo.

 
      Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e sujas catando o  entulho e colocando em sacos pretos.

      O diabo vai ao seu encontro e passa o braço pelo ombro do  senador.
      -' Não estou entendendo', - gagueja o senador - 'Ontem mesmo eu  estive aqui  e havia um campo de golfe, um clube, lagosta, caviar,  e nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora só vejo esse fim de  mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados!!!'

      O diabo olha pra ele, sorri ironicamente e  diz:
 

-
'Ontem  estávamos em campanha.
 Agora, já conseguimos o  seu voto...'
 

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Dia do Evangélico - Ninguém dá ponto sem nó...


Porque será que Lula teve essa iniciativa?

Justo assim, tão perto das eleições?


Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos


Institui o Dia Nacional do Evangélico a ser comemorado no dia 30 de novembro de cada ano.
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: 
          Art. 1o  Fica instituído o Dia Nacional do Evangélico, a ser comemorado no dia 30 de novembro de cada ano. 
          Art. 2o  Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. 
Brasília,  15  de setembro de 2010; 189o da Independência e 122o da República. 
LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA
João Luiz Silva Ferreira
Este texto não substitui o publicado no DOU de 16.9.2010


quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Só de Sacanagem...


"Meu coração está aos pulos!
Quantas vezes minha esperança será posta à prova? Tudo isso que está aí no ar: malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro.

Do meu dinheiro, do nosso dinheiro, Que reservamos duramente para educar os meninos mais pobres que nós. Para cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais. Esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais.

Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais? É certo que tempos difíceis existem para aperfeiçoar o aprendiz. Mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz.

Meu coração tá no escuro. A luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó E dos justos que os precederam: “Não roubarás”. “Devolva o lápis do coleguinha”. “Esse apontador não é seu, minha filha”.

Pois bem, se mexeram comigo, Com a velha e fiel fé do meu povo sofrido, Então agora eu vou sacanear: Mais honesta ainda vou ficar!

Só de sacanagem! Dirão: “Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo o mundo rouba” E eu vou dizer: “Não importa, será esse o meu carnaval, vou confiar mais e outra vez”. Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos. Vamos pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês.

Com o tempo a gente consegue ser livre, ético e o escambau. Dirão: “É inútil, todo o mundo aqui é corrupto, desde o primeiro homem que veio de Portugal”. E eu direi: “Não admito, minha esperança é imortal”. E eu repito: “Ouviram? IMORTAL!”

Sei que não dá para mudar o começo Mas, se a gente quiser, Vai dar para mudar o final!"



(Elisa Lucinda, poeta, jornalista)

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Curso de Formação de Maridos

Curso de Formação de Maridos


Objetivo pedagógico:
Permite aos homens desenvolver a parte do corpo da qual ignoram a existência (o cérebro).
São 4 módulos:

Módulo 1: Introdução (Obrigatório)
1 - Aprender a viver sem a mamãe. (2.000 horas)
2 - Minha mulher não é minha mãe. (350 horas)
3 - Entender que não se classificar para o Mundial não é a morte. (500 horas)

Módulo 2: Vida a dois
1 - Ser pai e não ter ciúmes do filho. (50 horas)
2 - Deixar de dizer impropérios quando a mulher recebe suas amigas. (500 horas)
3 - Superar a síndrome do 'o controle remoto é meu'. (550 horas)
4 - Não urinar fora do vaso. (1000 horas - exercícios práticos em vídeo)
5 - Entender que os sapatos não vão sozinhos para o armário. (800 horas)
6 - Como chegar ao cesto de roupa suja. (500 horas)
7 - Como sobreviver a um resfriado sem agonizar. (450 horas)

Módulo 3: Tempo livre
1 - Passar uma camisa em menos de duas horas. (exercícios práticos)
2 - Tomar a coca-cola sem arrotar, quando se está à mesa. (exercícios práticos)

Módulo 4: Curso de cozinha
1 - Nível 1. (principiantes - os eletrodomésticos) ON/OFF = LIGA/DESLIGA
2 - Nível 2. (avançado) Minha primeira sopa instantânea sem queimar a Panela.
3 - Exercícios práticos Ferver a água antes de por o macarrão.

Cursos Complementares
Por razões de dificuldade, complexidade e entendimento dos temas, os cursos terão no máximo três alunos.
1 - A eletricidade e eu: vantagens econômicas de contar com um técnico competente para fazer reparos.
2 - Cozinhar e limpar a cozinha não provoca impotência nem homossexualidade. (práticas em laboratório)
3 - Porque não é crime presentear com flores, embora já tenha se casado com ela.
4 - O rolo de papel higiênico: Ele nasce ao lado do vaso sanitário? (biólogos e físicos falarão sobre o tema da geração espontânea)
5 - Como baixar a tampa do vaso passo a passo. (teleconferência)
6 - Porque não é necessário agitar os lençóis depois de emitir gases intestinais. (exercícios de reflexão em dupla)
7 - Os homens dirigindo, podem SIM, pedir informação sem se perderem ou correr o risco de parecerem impotentes. (testemunhos)
8 - O detergente: doses, consumo e aplicação. Práticas para evitar acabar com a casa.
9 - A lavadora de roupas: esse grande mistério.
10 - Diferenças fundamentais entre o cesto de roupas sujas e o chão. (exercícios com musicoterapia)
11 - A xícara de café: ela levita, indo da mesa à pia? (exercícios Dirigidos por Mister M)
12 - Analisar detidamente as causas anatômicas, fisiológicas e/ou psicológicas que não permitem secar o banheiro depois do banho.
O curso é gratuito para homens solteiros e para os casados damos bolsas.
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios