quinta-feira, 23 de abril de 2009

Como Ruy, também Joaquim!



Finalmente o Supremo Tribunal Federal deixou de ser um órgão morno e caquético. Alheio à realidade.

Com a audácia que faltava aos guardiães-mor da Justiça deste país, calados e omissos ante à arrogante e incômoda presidência do "midiático" Gilmar Mendes, surge mais uma vez a "voz no deserto" do Ministro Joaquim Barbosa.

Seu estilo é peculiar: não tem papas na língua o Ministro Barbosa. Não deixa presa na garganta toda a indignação do povo brasileiro ao perceber que ali, bem ali na última instância da justiça do país, ocupando a presidência desse órgão supremo, onde os julgadores devem gozar de "reputação ilibada e notável saber jurídico", acomoda-se um senhor com não explicadas relações com o famigerado Daniel Dantas, protagonista de uma articulação criminosa do colarinho branco.

Endossando as palavras de Paulo Henrique Amorim, em seu artigo Que sinistra ligação é essa entre Dantas e Gilmar?, é de se perguntar:

. Que sinistra ligação existe entre Dantas e Gilmar?



. Por que o Supremo Presidente do Supremo reage abusivamente, quando os interesses comerciais de Daniel Dantas estão em risco?

. Por que será que, foragido no exterior, Dantas combinou com os advogados de entrar com um pedido de HC nas férias do Supremo, quando seria julgado por Gilmar Dantas, segundo Noblat?

. Porque, segundo o jornal nacional, um assessor de Dantas disse que Dantas, o Daniel, só temia as instâncias inferiores da Justiça (provavelmente se referia a De Sanctis), porque nas instâncias superiores ele contava com “facilidades”?

. Que sinistra ligação é essa?

. Tão sinistra que leva o Supremo Presidente do Supremo a jogar o país numa crise institucional, como fez antes, fez ontem e ainda fará?

. E por que ninguém se faz essa pergunta (muito menos entre seus pares no Supremo): que sinistra ligação é essa entre um Juíz e um bandido condenado?

. Chamar Gilmar Mendes de Gilmar Dantas?

Abalado em seu orgulho, Gilmar tenta a portas fechadas convencer os demais ministros do STF a publicar nota de repúdio a Barbosa. Dos oito presentes na reunião, três não aceitaram a proposta: Carmen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Ayres Britto. Parabéns a eles!

Parabéns ainda mais ao corajoso e destemido Ministro Joaquim Barbosa. Com ousadia, o senhor sopra novos ventos sobre o empoeirado Supremo Tribunal Federal.



Vote neste link em apoio esse corajoso brasileiro:

Eu Apóio o Ministro Joaquim Barbosa

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Delgadito Así




O que dizer sobre a greve de fome de Evo Morales?

Mais um dramalhão latino para sensibilizar a população de seu país. Esquece-se ele que a um presidente da república incumbe governar. E, com essa malfadada manobra, abre mão Morales da maior prerrogativa que o voto lhe pode atribuir.

Mas, vamos e convenhamos: ele andava mesmo precisando de um regime...


sexta-feira, 3 de abril de 2009

Ele é o cara?




Emprestando dinheiro ao FMI, até eu...

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios