sábado, 28 de junho de 2008

A Nova Novela Brasileira








- "ZhUZhU BEM!"

sexta-feira, 27 de junho de 2008

E ainda dizem que a prioridade do Brasil é a educação...

 do 

O Brasil não teve mulheres presidentes mas várias primeiras-damas foram do sexo feminino.

O número de famigerados do MST almenta a cada ano seletivo.

Os anaufabetos nunca tiveram chance de voultar outra ves para a escola.

Vasilhas de luz refratória podem ser levados ao forno de microondas sem queimar.

O bem star dos abtantes das nossas cidades muito endepende do governo federal capixaba.

Animais vegetarianos comem animais não vegetarianos.

Não cei se o presidente está melhorando as insdiferenças sociais ou promovendo o sarneamento dos pobres. Me pré-ocupa o avanço regressivo da violência urbana.

Fidel Castro liderou a revolução industrial de 1917, que criou o comunismo da Rússia.

O Convento da Penha foi construído no século 17 mas só depois foi levado definitivamente para o alto do morro.

A História se divide em 4: Antiga, Média, Momentânea e Futura, a mais estudada hoje.

Bigamia era uma espécie de carroça dos gladiados puchada por 2 cavalos.

No começo, Vila Velha era muito atrazada, mas com o tempo foi se sifilizando.

Os pagãos não gostavam quando Deus pregava suas dotrinhas e tiveram a idéia de eliminá-lo da face do céu.

A capital da Argentina é Buenos Dias.

A principal função da raiz é se enterrar no chão.

As aves tem na boca um dente chamado bico.

A Previdência Social assegura o direito à enfermidade coletiva.

Respiração anaeróbica é a respiração que não deve passar de 3 minutos.



Ateísmo é uma religião anônima praticada escondido: na época de Nero, os romanos ateus reuniam-se para rezar nas catatumbas cristãs.

Os egípcios dezenvolveram a arte das múmias para os mortos poderem viver mais.

O nervo ótico transmite idéias luminosas para o cérebro.

A Geografia Humana estuda o homem em que vivemos.

O Nordeste é pouco aguado pela chuva das inundações frequentes.

Os Estados Unidos tem mais de 100.000 km de estradas de ferro asfaltadas.

As estrelas servem para esclarecer a noite. Não existem estrelas de dia porque o calor do sol queimaria elas.

República do Minicana e Aiti são países da ilha América Central.

As autoridades estão preocupadeas com a proleferação da pornofonografia na internet.

A ciência prejudica tanto que inventou ciclones como a ovelha Dolly.

O Papa veio instalar o Vaticano em Vitória, mas a Marinha não deixou para construir a Capitania dos Portos no mesmo lugar.

A devassa da Inconfidência Mineira foi Marília de Dirceu, a amante de Tiradentes.



Hormônios são células sexuais dos homens masculinos.

Os primeiros emegrantes no Espírito Santo construíram suas casas de talba.

Onde nasce o sol é nascente, onde desce é decente.

A terra é um dos planetas mais conhecidos e habitados do mundo. Os outros planetas menos demográficos são: Mercúrio, Vênus, Marte, Lua e outros 4 que eu sabia mas esqueci e está na hora de entregar a prova, a senhora não vai esperar eu lembrar, vai? Mas tomara que não baixe minha nota por causa disso, porque esquecer a memória em casa todo mundo esquece um dia, não esquece?

sábado, 14 de junho de 2008

Lista Negra


Para anotar e nunca mais votar:



A FAVOR DA CSS


Partido Comunista do Brasil (PC do B)


Aldo Rebelo (SP)
Alice Portugal (BA)
Daniel Almeida (BA)
Edmilson Valentim (RJ)
Evandro Milhomen (AP)
Flávio Dino (MA)
Jô Moraes (MG)
Manuela DÁvila (RS)
Osmar Júnior (PI)
Perpétua Almeida (AC)
Renildo Calheiros (PE)
Vanessa Grazziotin (AM)

Partido da República (PR)

Airton Roveda (PR)
Aracely de Paula (MG)
Chico Abreu (GO)
Chico da Princesa (PR)
Dr. Adilson Soares (RJ)
Giacobo (PR)
Inocêncio Oliveira (PE)
Jaime Martins (MG)
José Santana de Vasconcellos (MG)
Leo Alcântara (CE)
Lincoln Portela (MG)
Lucenira Pimentel (AP)
Luciano Castro (RR)
Lúcio Vale (PA)
Marcelo Teixeira (CE)
Marcio Marinho (BA)
Maurício Quintella Lessa (AL)
Maurício Trindade (BA)
Milton Monti (SP)
Neilton Mulim (RJ)
Nelson Goetten (SC)
Valdemar Costa Neto (SP)
Vicente Arruda (CE)
Vicentinho Alves (TO)
Wellington Fagundes (MT)

Partido Democrático Trabalhista (PDT)

Ademir Camilo (MG)
Brizola Neto (RJ)
Dagoberto (MS)
Damião Feliciano (PB)
Davi Alves Silva Júnior (MA)
Giovanni Queiroz (PA)
João Dado (SP)
Marcos Medrado (BA)
Mário Heringer (MG)
Paulo Pereira da Silva (SP)
Pompeo de Mattos (RS)
Sérgio Brito (BA)
Vieira da Cunha (RS)
Wolney Queiroz (PE)

Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB)
Alexandre Santos (RJ)
Aníbal Gomes (CE)
Antônio Andrade (MG)
Antonio Bulhões (SP)
Átila Lins (AM)
Carlos Alberto Canuto (AL)
Carlos Bezerra (MT)
Celso Maldaner (SC)
Cezar Schirmer (RS)
Cristiano Matheus (AL)
Darcísio Perondi (RS)
Edio Lopes (RR)
Edson Ezequiel (RJ)
Eduardo Cunha (RJ)
Elcione Barbalho (PA)
Eliseu Padilha (RS)
Eunício Oliveira (CE)
Fátima Pelaes (AP)
Fernando Diniz (MG)
Fernando Lopes (RJ)
Flávio Bezerra (CE)
Gastão Vieira (MA)
Geraldo Pudim (RJ)
Geraldo Resende (MS)
Henrique Eduardo Alves (RN)
Hermes Parcianello (PR)
Ibsen Pinheiro (RS)
Íris de Araújo (GO)
João Magalhães (MG)
João Matos (SC)
Joaquim Beltrão (AL)
Jurandil Juarez (AP)
Leandro Vilela (GO)
Luiz Bittencourt (GO)
Marcelo Almeida (PR)
Marcelo Castro (PI)
Marcelo Melo (GO)
Maria Lúcia Cardoso (MG)
Marinha Raupp (RO)
Mauro Benevides (CE)
Mauro Lopes (MG)
Mendes Ribeiro Filho (RS)
Moacir Micheletto (PR)
Natan Donadon (RO)
Nelson Bornier (RJ)
Nelson Trad (MS)
Odílio Balbinotti (PR)
Olavo Calheiros (AL)
Osmar Serraglio (PR)
Osvaldo Reis (TO)
Paulo Henrique Lustosa CE)
Paulo Piau (MG)
Pedro Chaves (GO)
Pedro Novais (MA)
Professor Setimo (MA)
Rita Camata (ES)
Saraiva Felipe (MG)
Solange Almeida (RJ)
Tadeu Filippelli (DF)
Valdir Colatto (SC)
Veloso (BA)
Vital do Rêgo Filho (PB)
Waldemir Moka (MS)
Wilson Braga (PB)
Wilson Santiago (PB)
Wladimir Costa (PA)
Zé Gerardo (CE)
Zequinha Marinho (PA)

Partido dos Trabalhadores (PT)

Adão Pretto (RS)
Angelo Vanhoni (PR)
Anselmo de Jesus (RO)
Antônio Carlos Biffi (MS)
Antonio Carlos Biscaia (RJ)
Antonio Palocci (SP)
Beto Faro (PA)
Cândido Vaccarezza (SP)
Carlito Merss (SC)
Carlos Abicalil (MT)
Carlos Santana (RJ)
Carlos Zarattini (SP)
Cida Diogo (RJ)
Dalva Figueiredo (AP)
Décio Lima (SC)
Devanir Ribeiro (SP)
Dr. Rosinha (PR)
Eduardo Valverde (RO)
Elismar Prado (MG)
Eudes Xavier (CE)
Fátima Bezerra (RN)
Fernando Ferro (PE)
Fernando Melo (AC)
Francisco Praciano (AM)
Gilmar Machado (MG)
Guilherme Menezes (BA)
Henrique Afonso (AC)
Henrique Fontana (RS)
Iran Barbosa (SE)
Iriny Lopes (ES)
Janete Rocha Pietá (SP)
Jilmar Tatto (SP)
Jorge Bittar (RJ)
José Airton Cirilo (CE)
José Eduardo Cardozo (SP)
José Genoíno (SP)
José Guimarães (CE)
José Mentor (SP)
Joseph Bandeira (BA)
Leonardo Monteiro (MG)
Luiz Bassuma (BA)
Luiz Couto (PB)
Luiz Sérgio (RJ)
Magela (DF)
Marco Maia (RS)
Maria do Carmo Lara (MG)
Maria do Rosário (RS)
Maurício Rands (PE)
Miguel Corrêa (MG)
Nazareno Fonteles (PI)
Nelson Pellegrino (BA)
Nilson Mourão (AC)
Odair Cunha (MG)
Paulo Pimenta (RS)
Paulo Rocha (PA)
Paulo Teixeira (SP)
Pedro Eugênio (PE)
Pedro Wilson (GO)
Pepe Vargas (RS)
Reginaldo Lopes (MG)
Sérgio Barradas Carneiro (BA)
Tarcísio Zimmermann (RS)
Vander Loubet (MS)
Vicentinho (SP)
Vignatti (SC)
Virgílio Guimarães (MG)
Walter Pinheiro (BA)
Zé Geraldo (PA)
Zezéu Ribeiro (BA)

Partido Humanista da Solidariedade (PHS)

Felipe Bornier (RJ)
Miguel Martini (MG)

Partido da Mobilização Nacional (PMN)

Silvio Costa (PE)

Partido Progressista (PP)

Benedito de Lira (AL)
Ciro Nogueira (PI)
Eduardo da Fonte (PE)
Eliene Lima (MT)
Eugênio Rabelo (CE)
George Hilton (MG)
Gladson Cameli (AC)
João Leão (BA)
João Pizzolatti (SC)
José Otávio Germano (RS)
Lázaro Botelho (TO)
Luiz Fernando Faria (MG)
Márcio Reinaldo Moreira (MG)
Mário Negromonte (BA)
Nelson Meurer (PR)
Neudo Campos (RR)
Pedro Henry (MT)
Ricardo Barros (PR)
Roberto Britto (BA)
Simão Sessim (RJ)
Vilson Covatti (RS)
Waldir Maranhão (MA)

Partido Republicano Brasileiro (PRB)

Cleber Verde (MA)
Léo Vivas (RJ)
Marcos Antonio (PE)
Walter Brito Neto (PB)

Partido Social Cristão (PSC)
Costa Ferreira (MA)
Deley (RJ)
Eduardo Amorim (SE)
Filipe Pereira (RJ)
Hugo Leal (RJ)
Takayama (PR)

Partido Socialista Brasileiro (PSB)

Ana Arraes (PE)
Ariosto Holanda (CE)
Átila Lira (PI)
B. Sá (PI)
Beto Albuquerque (RS)
Ciro Gomes (CE)
Dr. Ubiali (SP)
Eduardo Lopes (RJ)
Fernando Coelho Filho (PE)
Givaldo Carimbão (AL)
Laurez Moreira (TO)
Lídice da Mata (BA)
Manoel Junior (PB)
Marcelo Serafim (AM)
Márcio França (SP)
Maria Helena (RR)
Ribamar Alves (MA)
Rodrigo Rollemberg (DF)
Sandra Rosado (RN)
Valadares Filho (SE)
Valtenir Pereira (MT)

Partido Trabalhista Brasileiro (PTB)

Alex Canziani (PR)
Armando Abílio (PB)
Arnon Bezerra (CE)
Augusto Farias (AL)
Jovair Arantes (GO)
Luiz Carlos Busato (RS)
Nelson Marquezelli (SP)
Paes Landim (PI)
Pastortd Manoel Ferreira (RJ)
Paulo Roberto (RS)
Pedro Fernandes (MA)
Sérgio Moraes (RS)
Tatico (GO)

Partido Trabalhista Cristão (PTC)

Carlos Willian (MG)
Partido Trabalhista do Brasil (PT do B)

Vinicius Carvalho (RJ)

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Duas mulheres na janela da Cracolândia





Por que o Brasil não preserva seu patrimônio como a Europa? Essa frase foi dita pelo presidente ao tentar justificar sua "decisão política" para reformar o Planalto.

Na realidade, o Brasil não preserva mesmo seu patrimônio. Há menos de seis meses do furto no MASP de obras de arte, agora é a vez da Pinacoteca. O mais curioso da história é que os assaltantes não usaram máscaras, entraram como visitantes, pagaram ingresso - como qualquer amante da arte, e sairam do prédio andando tranqüilamente. Detalhe: portavam duas telas enormes dentro de sacolas plásticas brancas,sem que ninguém mesmo se desse conta.



Segundo o secretário da Cultura de São Paulo, a Pinacoteca não tem seguranças, muito menos armados, nem sistema de alarmes, nem detector de metais. Não obstante, "sempre foi um local seguro"!

Atribui ele à vizinhança de não tão boa reputação a vulnerabilidade do local.

Bom sinal: a Cracolândia já deve estar aprendendo a se deliciar com as maravilhas da arte!

Tomara que quando recuperarem as obras, elas sejam mesmo as originais...

terça-feira, 10 de junho de 2008

Mais uma sobre a CSS....





"Ex-secretário da Receita Federal no governo Fernando Henrique Cardoso, Everardo Maciel rechaça a idéia de que faltam recursos para a saúde:

- Eu não concordo que a saúde precise de mais dinheiro. A saúde precisa de mais eficiência. Nós gastamos mais em proporção com saúde do que qualquer outro país em desenvolvimento. Aqui no Brasil, nós precisamos de uma vez por todas acabar com essa tese de que toda vez que temos um problema na área do setor público precisamos de mais recursos. Existe uma política de saúde verdadeiramente comprometida com a eficiência pública? Não. Dizer que precisa de mais recursos é uma coisa falaciosa.

A base governista decidiu incluir a criação da CSS na votação da emenda 29, que pretende ampliar os recursos para a saúde. A oposição alega que a aprovação da emenda 29 já é suficiente, sem a necessidade da criação de um novo tributo. Hoje, o orçamento da União destinado à saúde é de R$ 50 bilhões. O Governo pretende alcançar R$ 70 bilhões, dos quais R$ 10 bilhões viriam da CSS. A alíquota da CSS seria de 0,1%, enquanto a da CPMF era 0,38%. Estuda-se estipular uma isenção do pagamento da CSS para os trabalhadores que recebem até R$ 3.038.

A proposta deverá passar por apreciação da Câmara. São necessários 257 votos para a aprovação da nova CPMF; cálculos de governistas estimam contar com o voto de 270 a 280 parlamentares.

De acordo com o artigo 154 da Constituição Federal de 1988, "a União poderá instituir, mediante lei complementar, impostos não previstos no artigo anterior, desde que sejam não-cumulativos". Everardo Maciel apóia-se neste artigo para defender a inconstitucionalidade do novo tributo.

O ex-secretário da Receita Federal critica a postura do governo em querer aumentar a verba para a saúde, ressalta que a União já registrou neste ano um superávit orçamentário de R$ 18 bilhões e qualifica de "perdulária" a mentalidade governista.

- Isso é uma iniciativa desatenciosa não apenas com o tamanho da carga tributária, mas também com a complexidade do sistema tributário. Se existe uma necessidade, pede-se mais recursos. Em lugar de discutir onde se vai cortar, discute-se o que criar. Portanto, é uma mentalidade perdulária e em certos pontos irresponsável."

Fonte: Terra Magazine

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Serviços Comunitários



O empresário Marcos Valério foi condenado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) pelo crime de falsidade ideológica e deverá prestar serviços comunitários.

Ele havia sido condenado a cumprir pena de um ano e meio de prisão, porém, o juiz Walter Luiz de Melo, da 4ª Câmara Criminal, reverteu a pena em serviços comunitários.

Outro que está prestando serviços comunitários, por sinal na Subprefeitura do Butantã onde trabalhei como Assessora Jurídica, é o famigerado Silvio Pereira.



Resta saber o que de "serviço comunitário" esse pessoal pode prestar a sociedade. Deixa prá lá...
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios