segunda-feira, 16 de julho de 2007

Que o final da CPMF não seja para Inglês ver !!!





No site da FIESP, tem uma campanha realmente séria e assinada pelo seu presidente, Paulo Skaf, pelo fim da CPMF.
Vamos participar e divulgar para os nossos amigos.

http://apps.fiesp.com.br/pesquisas/cpmf/cpmf.asp

Veja o texto original:

A CPMF, quando surgiu em 1996, era apenas uma contribuição provisória criada para salvar a saúde pública, uma vez que o Sistema Único de Saúde estava em cheque, vivendo grandes tragédias. Passados 11 anos de sua criação, corremos o risco de que se torne definitiva, contrariando o desejo da população brasileira, que é ser desonerada, liberada deste ônus. Assim, manifestamo-nos contra a suposta necessidade de prorrogação, pelo Governo, da vigência da CPMF. Para que nosso apelo seja ouvido e atendido, solicitamos o seu apoio, que poderá ser expresso mediante adesão ao abaixo-assinado encontrado na seqüência do texto explicativo, e que será encaminhado aos poderes públicos competentes.

Paulo Skaf Presidente

ATRIBUTARISTA APÓIA ESSA INICIATIVA!



2 comentários:

Danyllo disse...

Tá, tudo bem, eu posso estar completamente errado, mas vamos lá:

Em 2006, o governo dos felinos arrecadou R$ 32,9 bilhões com a CPMF. No mesmo ano, as despesas aumentaram a mesma quantia. Ao longo desses 11 anos de CPMF, cada vez arrecadando mais, o governo foi criando novas despesas, em razão desse crédito.

Ou seja, ele arrecada cada vez mais com a CPMF, mas ao mesmo tempo as despesas correntes aumentam cada vez.

Aí se fala em acabar com a CPMF.

Sinceramente? Não acho que isso vá acontecer (pelo menos não tão cedo) porque a matemática é simples... se o governo deixar de arrecadar com a CPMF, vai ter que morder em algum outro lugar, porque as despesas estarão lá...

Não dá pra falar em reduzir carga tributária sem falar em reduzir custos.

Essa é minha opinião, mas como eu disse, eu posso estar totalmente errado :)

Beijinhus!

Atributarista disse...

Dan, infelizmente eu também acho, mas temos que fazer a nossa parte.
Bjus
Atributarista

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios