sexta-feira, 18 de junho de 2004

Dá-lhe carga !



De acordo com artigo publicado no JB-Online, apesar de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua equipe econômica afirmarem que não está havendo aumento da carga tributária no país, a reavaliação da programação orçamentária e financeira do governo federal, que foi encaminhada pelo Ministério do Planejamento ao Congresso Nacional, mostra exatamente o contrário.

Segundo análise do relatório feita por consultores da Comissão Mista de Orçamento, a carga total dos impostos federais passou de 23,8% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2003 para 24,53% nos primeiros quatro meses deste ano. Ou seja, as receitas da União subiram de R$ 360,3 bilhões em 2003 para R$ 409,7 bilhões nos primeiros quatro meses deste ano, resultado do aumento da arrecadação da PIS e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade (Cofins), que teve sua alíquota elevada de 3% para até 7,6%.

O tributarista Rubens Branco já esperava que a carga tributária subisse no país com as mudanças feitas na Cofins, principalmente, por causa da cobrança sobre produtos importados. Segundo ele, o governo admitiu a possibilidade ao deixar que alguns setores continuassem pagando o imposto em cascata.

- O país tinha um câncer no sistema tributário com a cobrança em cascata da CPMF, Cofins e PIS. Agora resolveu espalhar essa doença também para a importação - afirmou o tributarista.

A Tributarista, quanto a esse comentário, só pode assinar em baixo...


Nenhum comentário:

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios